Dicas celebrar contratos fotográficos \ Academia Carvalho at Work | Funchal

Não está a celebrar contratos dos seus serviços fotográficos?

Faz belas fotografias, tem um site muito bom e é uma pessoa agradável de se lidar. Então, porque não está a celebrar mais contratos e vendas para fotografar casamentos, eventos e ensaios durante o ano?

O seu estilo de fotografia

Há tantos estilos tão diferentes de fotografias de casamento. Mais jornalístico, formal, divertido, romântico, fashion, tradicional, etc… Uma dica muito importante, escolha os estilos que mais gosta e se sente confortável e invista neles. Não adiante tentarmos aceitar todo o tipo de negócio se sabemos que não estamos à vontade para executar o pedido do cliente. A decepção de um cliente traz-nos contratempos no nosso negócio.

“Na sua divulgação, mostre apenas esse estilo de fotografia. O ideal seria um estilo que a maioria dos seus competidores não estão a usar. Quanto mais definido ficar, melhor, porque pessoas que amam aquele estilo de fotografia serão atraídos até si.” Mas isso não vai afastar outros possíveis clientes? Sim, mas é melhor ter 20% de pessoas que amam seu trabalho que 100% que apenas acham que até percebe de fotografia.

As pessoas compram a quem elas gostam e confiam

Contratar um fotógrafo de casamento é uma decisão muito séria para noivas e noivos. Eles têm que pagar um valor muito elevado, para ter um estranho a acompanhá-lo durante todo o dia naquele que é um dos mais importantes da sua vida. Isso cria algumas questões, como tais:

- O fotógrafo será rude ou maçador?

- O que acontece se nós não gostarmos das fotografias? Afinal, a maioria dos fotógrafos consegue juntar um portfólio decente, mas será que consegue fazer um bom trabalho em situações difíceis?

- O que acontece se chover?

- O fotógrafo será capaz de lidar com a minha família?

- O fotógrafo vai aparecer?

- Será que vamos ficar bem nas fotografias?

- Ele será capaz de nos manter todos unidos, nos momentos mais importantes?

- As fotos em grupo serão muito demoradas e consumirão muito tempo?

Por isso, uma forma de conseguir mais orçamentos é lidar com essas questões já no seu material de divulgação.

“Quando mostra a um casal que entende os medos deles e pode ajudá-los, eles começarão a confiar em si. Se conseguir fazer isso de uma maneira cativante, gentil e divertida, então a si chama-se, tornar os clientes nossos fãs. Uma dica, tenha uma política de “dinheiro de volta” caso aconteça algum imprevisto. Pode parecer um pouco radical, mas é a melhor maneira de lidar com algumas das preocupações de casais em dúvida. Seja confiante! Além de acalmar os clientes, essa decisão ajuda a demonstrar que é confiante no trabalho que faz e que realmente importa-se com seus clientes. “Isso já o fará destacar-se instantaneamente e construir a confiança.”

Seja diferente

Se é igual a todos os outros fotógrafos, então, a única razão para o contratar será pelo preço. Além dos tópicos já acima citados, que são diferenciais, há outras formas de mostrar que está além do que o mercado tende em oferecer.

Exemplo: “Escolha álbuns de casamento de 70 páginas do tamanho A3 que conseguem caber 250 fotografias à vontade? Esse número de fotografias conta, confortavelmente, toda a história do dia do casamento, assim, a noiva e o noivo não terão que deixar nenhuma fotografia de fora. Isso evita aquela conversa estranha com algum membro da família, onde o casal tem que explicar o porquê de alguém não estar no álbum e os amigos deles estão.” Ofereça em maior quantidade, muitas das vezes o problema dos clientes não é o dinheiro, mas sim a insegurança que sentem nas nossas palavras. Às vezes não precisa de ser diferente para se destacar. Só precisa explicar algo que outros fotógrafos não deixaram bem esclarecido. Por exemplo, muitos fotógrafos vão ao espaço do casamento antes da data para encontrar os melhores lugares para fotos românticas ou em grupo. Eles vêm onde a melhor luz estará e as melhores composições que poderão fazer.

“E muitos fotógrafos nem mencionam isso na sua campanha de marketing, então, se fizer isso solidifica-se no mercado como um profissional prestativo e dedicado”

Revele a sua personalidade

Os clientes só contratam quem eles gostam e confiam. Por isso, a dica é dar um “cheirinho” de como seria para o casal trabalhar consigo, evidenciando a sua personalidade no marketing da sua empresa.

“As abas ‘Sobre’ ou ‘Quem Somos’ no seu site, blog ou plataforma social é muito importante. Se um casal não se conectar com o seu estilo depois de ler essa parte, é bem provável que eles nem entrem em contato para conhecê-lo si e aos seus serviços”.

Quanto menos revelar de si mesmo, mais distante e pouco amigável vai parecer.

Peça sempre aos seus clientes quando lhes entregar o trabalho que deixem ficar o seu testemunho

Os clientes querem saber como é trabalhar consigo. Por isso, elas gostam de ler críticas e depoimentos antes de visitar um espaço ou assistir a um filme.
Outra ferramenta excelente para mostrar como é a trabalhando é criar vídeos de bastidores. Peça para um assistente filmá-lo durante o trabalho em um casamento. O melhor momento é quando está a divertir os convidados durante as fotografias em grupo ou em momentos românticos. “É a forma perfeita de fornecer uma prova absoluta de que seria um prazer trabalhar consigo no dia que é tão especial.”

Dê o melhor de si na reunião com o cliente

A maioria dos fotógrafos de casamento encontra-se com o casal pessoalmente ou pelo WhatsApp antes de fechar o negócio. Não há uma segunda oportunidade, para causar uma boa primeira impressão.
Um dos erros mais comuns cometidos pelos fotógrafos, é logo nos primeiros 30 segundos de reunião, entrar em questões financeiras. “A melhor abordagem é fazer toda reunião testando todos os requisitos do cliente.
Sugiro que pergunte algumas questões estratégicas, como:

- O que procura no seu fotógrafo para o casamento?

- Qual é a coisa mais importante para si sobre o seu casamento?

- Descreva o seu casamento em três palavras.

- Há alguma coisa que o está a preocupar?

Essas perguntas mostram que se importa com o casal e com o que eles querem. Também lhe dá uma boa abertura para explicar algumas das coisas que o diferenciam dos seus colegas.
Só deve começar a falar sobre os pacotes dos seus serviços depois de ter conversado sobre o casamento do casal por aproximadamente meia hora. É o tempo suficiente para construir uma relação com o casal, descobrir o que eles estão à procura e explicar-lhes como os seus serviços o pode ajudar.
Já quando for falar sobre os pacotes de serviços, aconselho que comece pelo que há de melhor. Depois que explicar cada um dos pacotes, pergunte como eles se sentem em relação ao que apresentou.
“Alguns clientes nem se preocupam em analisar os pacotes menores se eles se sentirem confortáveis com o pacote mais completo.”
Quando apresenta os pacotes desta forma, é difícil para as clientes optarem pelo mais económico, porque eles já o ouviram falar sobre todas as coisas fantásticas que pode fazer lhes oferecer.

Seja contratado

Não esqueça de pedir para ser contratado. “É fácil, depois de uma longa e agradável conversa, perceber que o casal se foi embora sem que tenha pedido para que eles o contratarem. É o seu trabalho levá-los gentilmente para essa decisão. Conforme vai apresentando os pacotes e descobre qual o favorito para eles, aproveite para dizer ‘fantástico, eu adoraria trabalhar com vocês porque vocês são um casal incrível e vosso casamento parece fantástico. A entrada é de apenas XX e eu aceito cartão de crédito se quiser reservar a data agora. O que acham?”.

Outra opção é perguntar se o casal tem algo em mente que não foi abordado e que os possa esclarecer alguma questão. “O segredo é continuar a fazer perguntas até descobrir o que está impedir que eles o contratem naquele momento.

Voltar para o blogue