Coleção: Qual a diferença entre workshops e cursos?

 

 

 A dúvida sobre a diferença prática entre workshops e cursos é mais comum do que parece. E, se ainda não sabe muito bem qual é qual, não se preocupe: Acredite que não está sozinho. Eles têm algumas características que podem deixar em dúvida até mesmo quem os organiza.

Tanto os cursos como os workshops, são eventos educativos que têm objetivos bem definidos, com vantagens e desvantagens específicas. Na prática, eles podem até parecer similares, mas se o organizador não conhecer a fundo os conceitos e práticas que definem cada um, não conseguirá desenvolver uma produção que atenda com maestria a cada proposta.

Quer entender melhor as diferenças entre esses dois tipos de eventos e descobrir qual é o melhor para si? Preparei umas dicas para si!

Qual o objetivo de um workshop?

Os workshops – em português, as oficinas – estão a tornar-se cada vez mais populares e são grandes aliados dos cursos, já que ajudam a fixar conhecimentos de uma maneira objetiva. Esse tipo de evento tem como objetivo aprofundar-se em determinado assunto de forma mais prática do que teórica. Desse modo, existe um envolvimento muito maior dos participantes neste tipo de atividade.

Em geral, as pessoas interessadas em workshops aprendem conceitos e teorias importantes, mas focam-se muito mais na aplicação deste conhecimento em atividades práticas, que irão auxiliar na fixação do conhecimento adquirido.

Quanto tempo dura um workshop?

Diferentemente dos cursos, os workshops costumam ter curta duração. Em geral, um workshop tem no máximo 8 horas, ocorrendo em apenas um dia ou dividindo-se em dois.

Como funciona um workshop?

Os workshops contam com um formador e um ou mais expositores, que devem ter ampla experiência prática no assunto específico a ser abordado.

Assim, geralmente, o evento é iniciado com uma exposição da técnica que será abordada, é seguido por uma discussão dos participantes em grupos e é finalizado com uma conclusão, na qual os resultados de cada grupo são analisados.

Por exemplo: um workshop de fotografia inicia-se com uma introdução sobre o assunto. Depois, os participantes serão divididos em equipes, recebendo um caso prático a ser estudado e desenvolvido conforme os princípios da gestão de processos.

Após certo tempo dedicado à discussão, os grupos apresentariam suas conclusões e todos analisariam como esta se deu, seus pontos positivos e como poderia ter sido feita de melhor forma.

Com o público a interagir de maneira intensa, a ideia é que os conhecimentos sejam adquiridos por meio da experiência conjunta, estimulando a criatividade e, além disso, a troca de informações entre alunos e formadores.

Qual o objetivo de um curso?

O curso é um evento voltado à formação e/ou profissionalização dos alunos. Por esse motivo, costuma detalhar assuntos de determinada área de maneira mais teórica do que prática.

O participante de um curso aprende conceitos de certo ramo de atuação e fica capacitado a desempenhar alguma função relacionada ao que estudou por meio dos conhecimentos adquiridos.

Por exemplo: um curso sobre marketing digital irá aprofundar-se nessa área específica do marketing, visando o aperfeiçoamento profissional de quem atua neste campo.

Assim, abordará e demonstrará conceitos e técnicas relacionados ao assunto. Após o curso, o participante saberá como desenvolver estratégias eficazes de marketing digital e terá conhecido as ferramentas online que auxiliam nesse processo, podendo desempenhar melhor esta função no mercado de trabalho.

Quanto tempo dura um curso?

Normalmente, os cursos têm duração maior que os workshops, podendo levar horas, dias ou até meses para serem concluídos, além de poderem ser realizados fisicamente ou por plataformas de ensino à distância.

Qual é o formato indicado para realizar um curso?

Eles costumam ocorrer no formato de palestras, em que um ou mais formadores guiam as aulas, ainda que haja espaço para perguntas e comentários.

Os formadores precisam de ter formação académica ou experiência prática no assunto que irão abordar, transmitindo assim os seus conhecimentos aos alunos que, em geral, não têm conhecimento tão extenso sobre o tema.

Conclusão

Ainda que os dois tipos de atividade, tenham como finalidade passar conhecimentos aos participantes em determinada área, a forma como elas acontecem é muito diferente uma da outra. 

18 produtos

Filtrar e ordenar

Filtrar e ordenar

18 produtos

18 produtos

Fale comigo!