DICAS PARA FOTOGRAFAR BEBÉS

Fotografar bebés é um prazer que muitos pais babados, familiares e amigos rapidamente quererão satisfazer assim que conhecerem o novo rebento.

Bebê de sorriso

Fotografar bebés é um prazer que muitos pais babados, familiares e amigos rapidamente quererão satisfazer assim que conhecerem o novo rebento, e é fácil perceber porquê: são extremamente fofos e, à medida que crescem, começam a deixar transparecer cada vez mais sinais das suas personalidades. Quer estejam a sorrir, a demonstrar curiosidade, com ar pensativo ou alegres, a fotografia é uma das melhores formas de acompanhar e preservar estes momentos de crescimento únicos e fugazes.

Qualquer pessoa pode tirar uma fotografia rápida, mas estas técnicas vão ajudá-lo a conseguir fotografias fantásticas capazes de captar verdadeiramente esses momentos preciosos. Prepare-se para os partilhar com familiares e amigos, estejam eles perto ou longe.

 

ESCOLHA A MELHOR ALTURA

À exceção dos recém-nascidos, os bebés são criaturas de hábitos. Praticamente todos os bebés estarão habituados a fazer determinadas coisas em determinados momentos do dia. Saberá em que momento o seu bebé está mais feliz. Por isso, tente fotografar nessas alturas. Por exemplo, o seu bebé poderá estar na sua fase mais calma depois de comer. Ou, quem sabe, depois da sesta a meio da manhã.

 

FOTOGRAFE AO NÍVEL DOS OLHOS

As fotografias clássicas de recém-nascidos incluem grandes planos dos seus pequeninos pés e mãos ou dos próprios bebés a dormir sobre o ombro da mãe ou do pai. No caso de bebés mais crescidos ou de crianças, as imagens com movimento, que os retratam a brincar ou a interagir no seu próprio ambiente, constituem memórias intemporais. A regra de ouro para este tipo de fotografias é fotografar ao nível dos olhos para garantir uma sensação de intimidade.

É sempre boa ideia planear as fotografias que pretende tirar. Nunca se sabe quanto tempo vai demorar a boa disposição do seu bebé. Por isso, esteja preparado para ignorar as fotografias menos relevantes caso o tempo comece a escassear.

 

 

 

 

 

bebé na cama

CONFIGURE A CÂMARA ANTES DE FOTOGRAFAR

O tempo é um fator essencial quando se está a fotografar bebés. Em períodos calmos, poderá conseguir 10 minutos para fotografar. Certifique-se de que o seu equipamento está preparado assim que o tempo começar a contar para poder usufruir do máximo de tempo de boa disposição do bebé. Obviamente, a luz muda e os bebés mexem-se. Por isso, é inevitável que tenha de ajustar as definições à medida que vai fotografando. No entanto, configurar antecipadamente os aspetos básicos, como as objetivas, o modo de exposição, o equilíbrio de brancos, o modo de acionamento e outros aspetos fundamentais, garante-lhe mais tempo para fotografar.

 

TRABALHE COM A LUZ NATURAL

Uma forma mais favorável e íntima de iluminar as suas fotografias de bebés é tirar o máximo partido da luz natural. Uma técnica simples é utilizar um refletor para refletir alguma da luz da janela por todo o espaço. Não precisa de um refletor fotográfico profissional, basta um lençol branco ou um grande pedaço de papel ou cartão branco. Coloque o bebé perto de uma janela e peça a um amigo ou familiar para segurar e inclinar o refletor de modo a que a luz da janela ilumine as sombras ao lado do rosto do bebé, que está afastado da janela.

 

PREPARE AS OBJETIVAS

As objetivas que vai utilizar dependerão do tipo de fotografia que pretende tirar. Para fotografias gerais, experimente uma objetiva de distância focal fixa, adequada para ambientes com condições de pouca luz, como quartos, ou uma objetiva de retrato. 

De um modo geral, as objetivas de distância focal fixa, como 50 mm ou 85 mm, são excelentes em ambientes escuros, uma vez que deixam entrar uma grande quantidade de luz. No entanto, poderá querer utilizar uma objetiva de zoom para as situações em que o seu bebé está ativo. Uma objetiva de zoom permite-lhe continuar a enquadrar o seu bebé à medida que este se mexe e, ao mesmo tempo, garante-lhe uma maior probabilidade de conseguir tirar a fotografia num curto espaço de tempo.


Bebê recém-nascido

SILÊNCIO! FOTOGRAFE DE FORMA SILENCIOSA

Os bebés podem distrair-se facilmente ou mesmo assustar-se com sinais sonoros intensos e com o disparo do obturador. É aqui que se torna útil o modo de disparo silencioso.  Se a sua câmara permitir pode selecionar o modo silencioso nos modos de cena. Disfarçe o ruído do obturador com música calma ou divertida, dependendo do estado de espírito que pretende inspirar.

 

 

FOTOGRAFE DO MODO PRIORIDADE DO OBTURADOR

No modo Tv (Prioridade ao obturador), pode configurar a velocidade do obturador conforme desejar e a câmara calcula a melhor abertura em conformidade. Este modo dá-lhe liberdade para trabalhar rapidamente e de forma criativa sem ter de se preocupar com a necessidade de fazer muitos ajustes a meio da sessão. Por exemplo, a velocidade do obturador tem de ser suficientemente rápida para evitar que os movimentos fiquem desfocados. Por isso, ao fotografar um bebé irrequieto, é boa ideia começar por experimentar 1/250 segundos. Comece com este valor e ajuste de acordo com o nível de atividade.

Geralmente, quererá que todo o rosto do bebé fique focado, pelo que é importante certificar-se de que a profundidade de campo não fique demasiado reduzida. Deixar o ISO em automático irá ajudá-lo a conseguir a velocidade de obturador e as definições de abertura pretendidas, mas lembre-se de que, quanto mais baixo for o ISO, mais elevada será a qualidade da imagem.

UTILIZE O MODO DE DISPARO CONTINUO

Na maioria das suas sessões fotográficas, provavelmente tira uma fotografia de cada vez. Contudo, nos retratos de bebés, deve experimentar alterar o modo de acionamento da sua câmara para a definição de disparo contínuo. O disparo contínuo, também conhecido como modo de sequência, é particularmente útil se tiver um bebé um movimento! Este modo vai ajudá-lo a acompanhar todos os movimentos bruscos do bebé e garantir-lhe maiores hipóteses de conseguir captar o momento perfeito, uma vez que nenhum bebé mantém a mesma pose durante muito tempo.

 

 

EXPERIMENTE DIFERENTES PONTOS DE FOCAGEM

Nos retratos, habitualmente, quererá focar os olhos do seu motivo. No entanto, em retratos de bebés, pode criar imagens fantásticas quebrando, de vez em quando, essa regra.

Visto que os bebés são muito pequenos, algumas partes do corpo, como as mãos e os pés, podem ser um motivo fotográfico interessante. Se a sua câmara tiver um ecrã tátil, para efetuar a focagem, bastará tocar na parte do ecrã onde vê os dedos das mãos ou dos pés. Utilizar uma grande abertura fará com que tudo o resto fique desfocado, mantendo o foco com precisão na característica que pretende destacar.

REFLITA O FLASH
Nas situações em que pretende controlar a luz com uma unidade de flash, é importante não direcionar o flash para os olhos do bebé, visto que a luz do mesmo pode ser muito agressiva para os bebés, sejam estes maiores ou mais pequenos. Em alternativa, utilize um flash externo e reflita a luz no teto ou numa parede oposta. 

UTILIZE O TRIPÉ

Os bebés têm tendência para fazer movimentos bruscos, por isso, um tripé poderá não ser o acessório ideal, mas permite que mantenha as suas mãos livres para demonstrar poses, distrair o bebé e estimular as expressões que pretende obter.

Utilizar um tripé permite-lhe também participar na fotografia e criar imagens intemporais e clássicas, por exemplo, com as suas mãos a envolverem as mãos ou os pés do bebé. Com a câmara montada num tripé, mude o modo de acionamento para o temporizador automático. Geralmente, terá como opção 2 e 10 segundos. Escolha a opção de 10 segundos. Primeiro, tire uma fotografia de teste a si próprio ou peça ao seu cônjuge ou a um amigo para se posicionar no local pretendido, a fim de ajustar corretamente as definições de focagem e de exposição. Assim que estiver satisfeito, prima o botão do obturador e coloque-se em posição!